sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Natal em Natal- Paralamas do Sucesso



E aqui estou curtindo o Natal em Natal! (sempre é Natal por aqui) Hoje estive presente no Arena das Dunas com a minha companheira de aventuras Hanna Lauria para conferir de perto o show dos Paralamas do Sucesso! A última vez em que estive em um show deles foi em 2008 quando eles se apresentaram juntamente com os Titãs no Machadão (que foi explodido dando lugar ao Arena das Dunas). Chegamos bem cedo por lá e deu pra conferir outras apresentações enquanto esperávamos a atração principal. Eu ainda não tinha colocado os meus pés no Arena das Dunas desde que ele foi inaugurado e esta foi a primeira vez que estive por lá. Eu estava meio receoso de ir devido à confusão que teve no show do Zeca Baleiro alguns dias atrás. Em resumo: Teve bala no show do Zeca Baleiro. E por isto mesmo, cheguei cedo por lá pois não queria ser barrado do lado de fora por uma polícia despreparada atirando para cima como se soltasse foguete de São João. Felizmente em se tratando de segurança, tudo estava bem organizado e durante este show correu tudo na paz sem confusão alguma. Acho que eu me sentiria ainda mais seguro se visse este mesmo empenho policial circulando pelas ruas da cidade. Tanto na ida como na volta do show era como se estivesse andando por uma cidade fantasma. Seria melhor ainda se tivessem ônibus circulando pela cidade... Epa! Esqueci que agora estão assaltando ônibus quase diariamente... É... Segurança é um problema da cidade! Voltando a falar do Arena... O lugar é bem espaçoso e o gramado estava coberto para receber o público. Tinham várias barracas onde era possível comprar comidas e bebidas (mas os preços não eram tão acessíveis quanto do lado de fora do Arena). E, pra quem não podia estar próximo do palco, tinha um telão do lado direito de onde o publico podia conferir seja do gramado ou das arquibancadas.

E aqui estamos nós prontos para conferir o show dos Paralamas de perto!

Uhuuu! Começou! Uhuuuuuuuuuuuuuuu!

Fica difícil tirar uma foto nítida em um show agitado mas ao menos as fotos estão melhores que com meu celular de feira!

K-Ray são os Paralamas! E estou em um lugar privilegiado bem próximo do palco! Que foda tudo isso!


Eu estava esperando um bom show dos Paralamas do Sucesso mas não imaginava que seria tão foda! Hanna e eu ficamos bem próximo do palco horas antes para garantir uma boa visão do show. E conseguimos! Juro que se o Herbert desse uma cusparada lá de cima ia pegar na gente! O show foi algo bem nostálgico celebrando os 30 anos da banda pegando o repertório de músicas realizado nos séculos XX e XXI (ou das últimas 3 décadas). Antes mesmo da banda estar no palco, o telão apresentava um pequeno histórico apresentando os músicos e álbuns que surgiram ao longo de todos estes anos. Foi algo de tocar o coração mesmo! Eu estou aqui com os meus 31 anos de idade e todo este repertório musical foi algo que acompanhei desde a minha infância. Foi como se eu estivesse diante de uma máquina do tempo ia para o passado e futuro em um piscar de olhos. Sempre que alguma música ia ser tocada eu tinha o vislumbre de qual álbum ela foi criada, o ano e ano da música no telão do palco.

Mais de duas horas curtindo o show dos Paralamas com pessoas queridas! Preciso dizer que me diverti?

Esta foi a cena surpresa do show!

Quando o público pensou que o show que tinha acabado e gritava mesmo assim quase sem fôlego por mais um...

...Hebert Vianna retornou com a banda pra tocar mais uma boa quantidade de músicas!


Os Paralamas não fizeram um show em que se canta duas ou três músicas pra depois ir embora. Foi um show longo de pelo menos duas horas em que foram tocadas praticamente todas as músicas que o público tem na cabeça além de outras mais obscuras. Eu não tive como acompanhar o show deles em sua totalidade em 2008 mas, desta vez, acompanhei tudo do início ao fim. Pelo que vi ali o público terminou bem mais cansado que os músicos de tanto pular, cantar e dançar todas aquelas músicas. Eu mesmo estava bastante cansado, rouco e um pouquinho surdo! Mas quer saber? O show foi fodaaa!!!!! O show se iniciou com as músicas mais agitadas, depois deu uma esfriada com as músicas mais lentas e finalizou com uma alternância entre as músicas. Posso afirmar que a disposição dos músicos estava bem maior que o distante show realizado em 2008 com os Titãs. A iluminação foi um show à parte e acompanhava a atmosfera de cada música de uma forma muito bonita de se ver. Acho que o momento mais bonito da iluminação foi quando todas as luzes estavam focadas no Hebert enquanto ele cantava uma música gostosa de se ouvir perto de seu amor (ou distante também, mas de perto sempre é melhor não acham?).

Foi um show lindo de se ver!

E a iluminação era um show à parte!

Ela trazia toda a atmosfera de solidão da "Lanterna dos Afogados"

E ia mudando sempre animando o público!


Paralamas do Sucesso é uma banda que sempre admirei e o Hebert Vianna é um exemplo de superação a ser respeitado. Muitas bandas de rock aparecem e desaparecem com facilidade sem deixar algo muito marcante mas os Paralamas estão aí firme e fortes com uma grande legião (Acho que eu não devia falar de Legião em um show dos Paralamas) de fãs. E sim! O Estádio estava lotado! Toda aquela área do gramado estava preenchida e uma parte do público teve que acompanhar o show lá das arquibancadas. E tinha bastante gente nas arquibancadas também! Não entendo porque algumas pessoas preferem acompanhar o show das arquibancadas do que próximo do palco mas tudo bem! Todos estavam se divertindo cada um à sua maneira e é isso que importa!

Estar no show foi presenciar uma viagem no tempo

A máquina era acionada...

...E você estava ouvindo os Paralamas tocarem "Aonde quer que eu vá" do ano 2000

Ouvir Hebert Vianna cantando é algo que não tem preço!

"Olhos fechados..."

"...Pra te encontrar"

"Não estou ao seu lado..."

"...Mas posso sonhar"

"Aonde quer que eu vá levo você no olhar" (sim eu estou falando de você)

Beijo da Hanna! Ao final do show estávamos cansados e nem minha câmera aguentou mais registrar nada depois deste beijo

Durante o show o Arena das Dunas estava com o gramado lotado e a parte sul das arquibancadas cheia

Como voltaremos para casa Mestre dos Magos?
Ao final do show, nos deparamos com o problema que sempre ocorre na cidade. Sim é o mal que ocorre com aquelas crianças de Caverna do Dragão conseguir encontrar algum Transporte para poder voltar pra casa. Praticamente inexistente depois da meia-noite. Ficar esperando até o amanhecer dentro do estádio é impossível já que os seguranças convidam gentilmente você a se retirar para fora do estádio assim que o show termina. Ao menos o que me expulsou convidou gentilmente para sair me orientou mostrando onde poderíamos pegar um táxi. Organizar um show não se trata apenas de trazer a banda para um espaço pra tocar. Tem que se pensar em coisas como capacidade do público, alimentação, banheiros, segurança e também no deslocamento. Todos os outros pontos foram positivos mas, o deslocamento foi o único ponto que ficou fora do planejamento. E isso é algo possível de ser realizado pois em Recife durante o Carnaval a prefeitura deixou tudo organizado de uma forma que sempre tinham ônibus circulando gratuitamente durante toda a madrugada até o amanhecer. Nem preciso ir tão longe assim... Nas primeiras edições do Tributo à Raul em Ceará Mirim era possível retornar de trem logo após o término das apresentações (tá certo que hoje não trem mais isso... sacaram? trem mais isso! hohohoho). Eu ainda vejo aqui o sistema de transporte público funcionando como uma máfia e só vou mudar de impressão quando as coisas mudarem. Encerro por aqui ao som da Melô do Marinheiro (que nem imaginava que seria tocada no show). Sobre esta música tem algo bem pessoal sobre ela a dizer a vocês. É a música que mais gosto dos Paralamas e por coincidência também era a música que meu falecido pai mais curtia (e vejam só! Ele era marinheiro)

video
Paralamas do Sucesso- Melô do Marinheiro

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...